A ÁRVORE DE LIVROS

A ÁRVORE DE LIVROS
(CONTO INFANTIL)



I - PESCADOR
Nando morava numa cidade linda. Seu pai era pescador e gostava de contar suas histórias. Nando era fascinado por leitura, mas o que o pai conseguia mal dava para o sustento familiar e não era justo tirar do pouco que restava para a compra de livros.



II - A CIDADE
A cidade apesar de toda a beleza natural que a cercava, estava um tanto abandonada. Prédios antigos em ruínas, roubos, assaltos e até mesmo assassinatos tiravam o sossego dos habitantes. Nando gostaria de estudar para no futuro melhorar o lugar onde nasceu, mas estava meio complicado realizar seus sonhos.



III – O LEÃO SOLITÁRIO
A coisa tava feia, até a estátua de um leão fora roubada de seu pedestal, talvez para ser encarcerada por trás de altos muros em alguma mansão particular. Ninguém sabe ninguém viu! Coitado do outro leão ficou tão solitário.



IV - O PEDIDO
Nando tomou coragem e pediu livros a seu pai. O pai não querendo magoar o filho, tentou explicar a situação, a eterna falta de emprego na cidade, a pindaíba em que viviam. Achou melhor não fazer tais comentários, Nando era criança e não entenderia, apenas falou:- Encontre uma árvore de livros e faça bom proveito!



V - A ÁRVORE DE LIVROS
Nando em sua inocência jamais duvidou da palavra do pai e toda à tarde após a volta da escola saía à procura da tal árvore. Na orla do lagamar algo chamou a sua atenção, era uma árvore de livros. Agora toda a vez que tem um tempo livre ele passa horas lendo as muitas histórias que sempre quis conhecer.


Gastão Ferreira/Iguape

2 comentários:

  1. vlw ajudo muito no meu trabalho da escola.....
    brigaduu

    ResponderExcluir
  2. qal o nome do escritor desse livro??

    ResponderExcluir